No quesito evolução o Carnaval de São Leopoldo ainda nem definiu o dia que vai pisar na avenida

16 de fevereiro de 2022 - 08:43
Por Juliano Palinha

Quando o assunto é Carnaval de São Leopoldo a evolução ainda nem definiu a data que vai pisar na avenida. Faltando 23 dias da data oficial, que seria 5 de março, ainda não se sabe se um dos maiores eventos do município irá ocorrer ou será transferido.

Nos bastidores, os carnavalescos, representantes das seis escolas de samba do município, sugerem dia 22 ou 26 de abril.  “Não podemos fazer o nosso Carnaval na mesma data que Porto Alegre, que transferiu para maio, ou outros municípios, como Santa Cruz, que faz uma festa muito forte. Muitas pessoas que desfilam aqui também desfilam nessas cidades”, comenta um representante de escola que prefere não se identificar neste momento.

Outro fator importante lembrado por ele é a parte econômica. “Fazer o nosso Carnaval por último é perigoso financeiramente porque as pessoas acabam gastando o dinheiro antes e não teriam grana quando chegasse a nossa festa”. Ainda segundo informações desse representante de escola a expectativa de todos diz respeito ao valor do convênio com o governo municipal. “Precisamos assinar o convênio para definir tudo”. Segundo ele, o valor gira torno de R$ 120 mil, sendo R$ 20 mil para cada escola, para definir a data.

Silêncio preocupa foliões

A indefinição e o silêncio do poder público preocupa os foliões. A reportagem procurou o Secretário de Cultura, Pedro Vasconcellos, por diversas vezes buscando saber do assunto e dos valores. Porém, o máximo que conseguiu do secretário foi a frase que o “tema é sensível”. Em outra oportunidade o secretário havia dito a reportagem que é ruim para entidades carnavalescas do município ficarem três anos sem desfile, já que foi cancelado em 2020 e 2021. Vasconcellos até mencionou o mês de abril para fazer a festa, mas não especificou o dia.

Debate na Granpal

A realização do carnaval em São Leopoldo e demais cidades da região também está em debate na Granpal, associação dos municípios da Região Metropolitana. A Prefeitura de Porto Alegre teria sugerido o desfile na capital após o desfile do Rio de Janeiro, e no efeito cascata, nas demais cidades como São Leopoldo, por exemplo, em maio. O debate está aberto.

 

 

 

ESCOLAS DE SAMBA

  1. Acadêmicos do Rio Branco
  2. Império do Sol
  3. Imperadores do Sul
  4. Alambique Leopoldense
  5. Estação Primeira de São Léo
  6. Leões da Feitoria
Notícia anterior
Próxima notícia

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Escute a rádio ao vivo