RS implanta realização de prova de vida com biometria facial

15 de fevereiro de 2022 - 12:53

Desde 5 de janeiro está disponível uma ferramenta para que a prova de vida possa ocorrer por biometria facial. Mesmo não sendo obrigatória, a funcionalidade já foi testada com sucesso por um grupo de cem pensionistas. No momento, o serviço é oferecido para o sistema operacional Android. A versão para iOS segue em desenvolvimento.

A biometria facial, por enquanto, está disponível apenas aos pensionistas, mas deve ser ampliada aos inativos do Estado no futuro. É uma opção aos pensionistas que quiserem ir testando a nova opção, pois a prova de vida segue suspensa até 31 de março em função da pandemia, sem prejuízo ao pagamento dos benefícios. Assim, os aniversariantes em janeiro, fevereiro e março de 2022 terão renovação automática.

Segundo os dados do IPE Prev, dos cem pensionistas que já realizaram a biometria até 6 de fevereiro, 92 são mulheres e oito homens. O maior grupo por faixa etária (31 pessoas) tem entre 60 e 69 anos. Os moradores de Porto Alegre somam 24.

“A participação desses primeiros pensionistas foi fundamental para que identificássemos incorreções e realizássemos os devidos ajustes no sistema, inclusive com a colaboração de alguns. Durante esse período, realizamos testes com pensionistas reais em fase de homologação, tanto de forma presencial quanto por meio de atendimento telefônico, além de auxiliar os pensionistas que nos procuraram”, conta o subsecretário adjunto do Tesouro do Estado, Eduardo Lacher.

Quem pode fazer reconhecimento por biometria facial

Para fazer a prova de vida por reconhecimento de biometria facial, é preciso ser pensionista do IPE Prev e baixar o app Servidor RS. O processo deve ocorrer a partir do primeiro dia do mês anterior ao mês de aniversário do pensionista até o último dia do posterior.

Um pré-requisito para o pensionista do IPE Prev estar apto a realizar o recadastramento pelo app Servidor RS é que seu benefício esteja ativo. A prova de vida está liberada para todos os graus de dependência, exceto para pensionista estudante e pensionista filho menor (equiparados). Também é preciso ter carteira de identidade emitida a partir de 2006 ou ter carteira de motorista atualizada, ambos documentos emitidos no Estado RS.

Como usar o app Servidor RS

Confira o passo a passo para utilizar essa tecnologia que vem para facilitar a vida dos pensionistas de todo o Estado:

1 – Baixar/acessar o app Servidor RS. É preciso usar celular ou tablet com sistema operacional Android (a partir da versão 9.0)
2 – Realizar login pelo gov.br
3 – Concordar com o termo de uso
4 – Atualizar os dados
5 – Permitir acesso a fotos e vídeos pelo celular
6 – Realizar a validação facial
7 – Conferir o comprovante do recadastramento

Notícia anterior
Próxima notícia

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Escute a rádio ao vivo