Na “Caravana do Avante”, Anderson Dornelles e Nado Teixeira buscam assentos específicos

13 de fevereiro de 2022 - 19:15
Por Sônia Bettinelli

O desafio de Nado Teixeira em 2022 é garantir votos para que Anderson Dornelles, atual presidente do Avante RS, carimbe sua ida para Brasília para ocupar uma das 513 cadeiras da Câmara Federal. Além de aumentar a bancada do partido, Nado teria muitas chances para assumir em definitivo o comando da sigla no Estado e assim permanecer na vitrine política para 2024. Se fizer o tema de casa em 2 de outubro de 2022, Nado já estará na lista de candidatos à Prefeitura de São Leopoldo em 2024.

Caravana Dornelles

No ato de quinta-feira (10), no Grêmio dos Sargentos, com a presença de André Janones –  pré-candidato à presidência da República pelo Avante – quem esteve lá viu muita gente, 99% de outras cidades e principalmente de Canoas, na caravana de Dornelles. O ônibus que trouxe apoiadores de Dornelles só não estava identificado como o de Janones.

Caminhos de Brasília

Aliás, Anderson Dornelles quer voltar para a capital federal onde permaneceu por muitos anos, especialmente  no governo Dilma Rousseff, de quem era muito próximo e sempre ocupando funções nos bastidores. Como presidente partidário e pré-candidato, Dornelles tem um planejamento estratégico e baseado em números para outubro. Nada de paixão ou sonho. O projeto 2022 é montado em cálculo de votos e recursos.
Dobradinha
Como o Avante não terá candidato à Assembleia Legislativa em São Leopoldo, Anderson Dornelles deve fazer dobradinha com a Gabriel Dias (Cidadania).

Notícia anterior
Próxima notícia

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Escute a rádio ao vivo