POR EVERTON CIDADE: Poema para MAR

12 de fevereiro de 2022 - 08:35
Por Everton Luiz Cidade

Nas altas das ondas

Nas baixas das marés

Cede o sol cedo a lua

Desmedido o horizonte

Caramujos e marítimos gigantes

Pertence também ao peixe

O robusto busto de Netuno

Em seu luzente nadar noturno

Velas azuis vermelhas amarelas

Escolhe bandeiras o salva-vidas galante

Dentro de um dia sempre adiante

Sereias espalham suas escamas como lantejoulas

Que cobrem de colorida pele os crustáceos

Em sua formosura monstruosa e dura.

Notícia anterior
Próxima notícia

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Escute a rádio ao vivo