Laçador volta ao Sítio nesta terça-feira (11)

11 de janeiro de 2022 - 08:18

Em uma iniciativa da prefeitura por meio da Secretaria Municipal de Cultura e do Sindicato das Indústrias de Construção Civil do Rio Grande do Sul (Sinduscon-RS), o Monumento ao Laçador será transportado nesta terça-feira, 11, de volta para o seu lugar de origem, o Sítio do Laçador, na avenida dos Estados.

Em restauro desde setembro de 2021, o monumento do escultor pelotense Antônio Caringi passou por diversas intervenções que resultaram em um Laçador mais resistente e pronto para voltar a ser o símbolo da cultura gaúcha. Ainda em  janeiro, o Laçador deve estar totalmente pronto para ser reinaugurado e entregue à cidade. “São sete anos de um projeto que muito nos orgulha, e poder devolver um monumento restaurado, seguro e que simboliza tanto a força dos gaúchos é uma alegria imensa. Em especial neste ano em que a cidade completa 250 anos. Entregamos o Laçador já visando o próximo projeto, pois acreditamos na importância da cultura e da relevância do projeto que o Sinduscon criou”, destaca o Coordenador do Projeto Construção Cultural – Resgate do Patrimônio Histórico, Zalmir Chwartzmann.

A recolocação da estátua no Sítio será entre 16h e 17h de terça, mas antes disso, a partir das 15h, começa a operação de translado do galpão. A Empresa Pública de Transporte e Circulação (EPTC), garante a segurança da obra no trajeto e a cavalaria do Movimento Tradicionalista Gaúcho fará a escolta. Intervenções finais e ajustes serão feitos no local.

Para o diretor de Patrimônio e Memória, Nelson Boeira, a restauração do monumento é mais um testemunho do esforço da SMC, por meio da DPM-EPAHC, para tornar efetiva a legislação relativa à preservação do patrimônio histórico-cultural de Porto Alegre.

 “É também uma demonstração incontroversa de como a colaboração esclarecida entre poder público e empresa privada podem contribuir para a qualificação continuada dos cenários em que se desenvolve a convivência dos porto-alegrenses”, disse o titular da Cultura, Gunter Axt.

 

Notícia anterior
Próxima notícia

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Escute a rádio ao vivo