Com 297 cães albergados, Canil mantém suspensão temporária para recolhimento por conta da superlotação

9 de dezembro de 2021 - 13:52
Por Ana Paula Figueiredo

A situação difícil do Canil Municipal de São Leopoldo foi tema do Berlinda News Entrevista desta quinta-feira, 09, com a presença do titular da Secretaria Municipal de Proteção Animal (Sempa), Walter Léo Verbist.

Conforme o secretário, o Canil não está fechado, apenas interrompeu temporariamente o recolhimento de animais devido à superlotação no local, que tem capacidade para 170 e hoje abriga 297 cães. “Esgotamos a nossa capacidade do canil. Entramos novembro com 266 cães no Canil e iniciamos dezembro com 293. Mas ele não esta fechado, isso precisa ficar muito claro, apenas suspendemos o recolhimento dos cães nas ruas”, relata.

São 40 gaiolas disponíveis para acolher os animais que chegam debilitados, vítimas de maus tratos, entre outras situações: “O cachorro que chega, precisa ser acompanhado, castrado, recuperado antes de ser colocado aos demais cães sadios.”

O secretário, que também é veterinário, destaca que o Canil está realizando atendimentos desde que a pessoa se enquadre nos critérios de atendimento da Sempa. “Como órgão público, temos legislação que nos rege. Existe um trabalho muito criterioso e sério, temos veterinário permanentemente no local. O meu maior compromisso é com os animais e com o bem-estar deles. Mas, é muita demanda em São Leopoldo, às vezes é frustrante”, desabafa.

O Canil em números

O espaço já soma 2.053 atendimentos em 2021. “Em novembro recolhemos 44 cães de ruas acidentados, atropelados, e mais nove por maus tratos, e foram somente 27 adoções”, pontua Verbist. “De janeiro a novembro de 2.021 foram recolhidos 405 cães de ruas, em várias situações e problemas, e 358 adoções. Trabalhamos sempre no negativo.”

Além do recolhimento e cuidados prestados, o Canil Municipal junto à Sempa também realiza cirurgias. Entre janeiro e novembro deste ano já foram feitas 906 castrações e 554 cirurgias gerais.

Em 2021 foram acolhidos 55 animais com histórico de maus tratos. E segundo o secretário, esse tipo de situação e o abandono tem crescido muito, e aumenta ainda mais nos períodos de férias de fim de ano.

Nas segundas, quartas e quintas-feiras, são realizadas cirurgias na Sempa. Nas terças e sextas-feiras são feitas consultas.

Notícia anterior
Próxima notícia

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Escute a rádio ao vivo