BERLINDA EM FOCCO: “O Observatório Social de SL nasce do Movimento Viva São Léo”, diz Fernando Tamujo

3 de novembro de 2021 - 15:42
Por Juliano Palinha

Os quatro anos do Observatório Social de São Leopoldo foi o tema do programa Berlinda em Focco desta quarta-feira (3). Para falar sobre a instalação da entidade o jornalista Juliano Palinha e os convidados especiais Sérgio Dienstmann, da Percon Contabilidade, e Eduardo Werneck, presidente atual do OBS-SL,  receberam  Fernando Tamujo, o primeiro presidente do Observatório em 2017.

Conforme Tamujo, a ideia de criar o OBS surgiu no  Movimento Viva São Leopoldo como instrumento de combate à corrupção. “Em 2017, o Brasil  vivia um caldeirão e a sociedade sofria muito. Não podíamos apenas assistir a tudo sem uma ação.Então o André Osinski falou que havia o Observatório Social do Brasil. Fomos entender como funcionava e ficamos maravilhado com o que vimos. Aí surge a ideia de trazer para São Leopoldo”, lembra o ex-presidente.

Tamujo diz que o processo de criação começou em 31 de maio de 2017. Cinco meses depois, em  31 de outubro o Observatório Social de São Leopoldo teve a chancela do Observatório Nacional. O ex-presidente destaca que desde o início ficou definido que os integrantes não poderiam ter vinculação partidária.

Fernando Tamujo também falou do retorno do Movimento Viva São Léo, da noite de São Leopoldo e a importância da participação da sociedade nas decisões que envolve o município.

Ouça abaixo a entrevista completa

Notícia anterior
Próxima notícia

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Escute a rádio ao vivo