Novo Hamburgo recebe Aviso do Sistema 3As de monitoramento da pandemia

30 de setembro de 2021 - 08:43

Novo Hamburgo está entre os três municípios que receberam o Aviso do Sistema 3As de monitoramento da pandemia. Em reunião do Gabinete de Crise do governo do Estado nesta quarta-feira (29), o Grupo de Trabalho de Saúde (GT Saúde) decidiu emitir os Avisos os hamburguenses, Capão da Canoa e Passo Fundo.

Novo Hamburgo apresentou um aumento de 13,5% de internados em leitos clínicos e de 9,1% em UTI, entre suspeitos e confirmados. Além disso, a incidência de 73,7 casos confirmados por 100 mil habitantes na última semana coloca a região com o quinto maior índice entre as 21 regiões Covid na última semana, sendo 11,5% superior à média estadual, ao passo que a taxa de mortalidade acumulada na semana, de 1,69 óbito por 100 mil habitantes, representa a quarta maior do Estado, sendo 31,5% superior à média estadual.

Nas três regiões que receberam Aviso, a situação requer ainda mais cuidado para que não seja necessário emitir Alerta e ser tomada Ação, que seriam os passos seguintes do Sistema 3As. A região de Pelotas, que havia recebido Aviso na semana anterior, apresentou melhora nos indicadores e não recebeu um novo.

Além da retomada dos avisos, foram discutidos ainda avanços na liberação de protocolos gerais e de atividades em todo o Rio Grande do Sul, que serão divulgados nesta quinta (30) e passarão a valer a partir de sexta (1).

“Estamos vendo a vacinação avançar em ritmo acelerado e os números da pandemia sob controle no nosso Estado, por isso, após uma reunião extensa, decidimos avançar na liberação de atividades com público. Para que haja tempo de finalizar os ajustes, vamos divulgar na quinta-feira. Já adianto que faremos flexibilizações de forma cautelosa e gradativa, como sempre, desde o início da pandemia, para avaliar os riscos e os impactos”, destacou o vice-governador Ranolfo Vieira Júnior, que comandou a reunião do Gabinete de Crise.

Ele reforçou ainda a necessidade de todos cumprirem os protocolos e fazerem a sua parte, “pois a pandemia ainda não acabou”.

Notícia anterior
Próxima notícia

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Escute a rádio ao vivo