RPVs: Ana Affonso diz que Executivo errou e critica a oposição que “capturou” a pauta da defesa de servidores

29 de setembro de 2021 - 19:33
Por Sônia Bettinelli

Sobre a manifestação da vereadora e presidente da Câmara de Vereadores de São Leopoldo, Ana Affonso (PT), ontem (28) sobre a matéria que reduziu o pagamento de Requisições de Pequeno Valor (RPVs) de dez (10) para seis (6) salários mínimos: Foi  tardia e contraditória. Primeiro por não ter se manifestado nas três oportunidades: audiência pública e nas duas sessões de votação.

E na condição de presidente da Casa e responsável pela pauta que vai a plenário, tinha plenos poderes para retirar da ordem do dia por uma ou duas sessões permitindo o debate que as entidades e o servidores mereciam.

Já o resultado da votação no plenário não é responsabilidade da presidente. Teoricamente cada vereador vota de acordo com sua convicção, mas o debate teria ocorrido.

Um erro não justifica o outro

Ontem (28), Ana Affonso disse que o Executivo errou na forma e método  e  o principal erro foi a falta de diálogo com as  entidades e criticou a  “oposição que capturou a pauta de defesa do servidor que teve salários parcelados pelo governo Moa/Daniel e direitos retirados. Ao fim e ao cabo, seria eles (oposição) também erraram.

Vozeirão

O suplente do MDB, professor e advogado, Luciano Peixto, assumiu a vaga do titular do vereador Falcão na sessão de ontem. Apresentou proposta para criação do cargo de supervisor escolar na rede municipal. Muitos comentários no  plenário e corredores da Casa sobre  o vozeirão de Luciano Peixoto.

Notícia anterior
Próxima notícia

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Escute a rádio ao vivo