O médico Werner Carvalho assumirá interinamente o Aimoré e anunciou eleição em 30 dias, após renúncia de Vieira

2 de setembro de 2021 - 13:38
Por JULIANO PALINHA

Dois dias após o anúncio de Ronaldo Vieira renunciando a presidência do Aimoré, a notícia desta quinta-feira (2) é o médico Werner Carvalho, integrante da direção, assumir interinamente o clube e lançar o edital para nova eleição, tudo isso em 30 dias.

“O Aimoré tem vários compromissos, por isso precisamos fazer a transição com Ronaldo Vieira entregando sua carta de  renúncia ao conselho. Aceita vamos fazer um edital de convocação para nova eleição. Aí sim, depois de 30 dias, vamos ver como ficarão as coisas. Isso tudo a gente está conversando com os conselheiros para ver”, explicou.

Werner disse que colocará seu nome como líder da chapa. Ao seu lado estarão Márcio Picoli e Luciano Sturmer, que são os atuais vices, e acrescentará o nome de Telmo Hoeffel. “Será uma eleição normal. Se outra chapa quiser concorrer poderá por seu nome. A nossa terá eu como presidente e entra o Telminho como vice”, adiantou.

Primeiro a presidência 

Conforme o dirigente, o debate do momento não pode ser pautado por  dívidas, mesmo reconhecendo os problemas financeiros do clube. Para ele o importante é resolver a presidência e focar na copinha (Copa Dirceu de Castro  – nome dado a competição em homenagem ao ex-presidente do Cruzeiro que faleceu esse ano vítima de Covid) e o Gauchão da Série A.

“Nosso principal objetivo é ser campeão da copinha e depois fazer um grande Gauchão. Sabemos dos problemas financeiros. O Aimoré é um time doente e vamos cuidar dele. Temos alguns planos que vamos por em prática”, comentou.

A preocupação do futuro presidente é com a cota que a Federação Gaúcha de Futebol repassa aos clubes da Série A. De acordo com Werner, por enquanto não existe nada garantido.

 

Notícia anterior
Próxima notícia

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Escute a rádio ao vivo