Ações educativas de prevenção contra a covid-19 irão ocorre na 44ª Expointer

1 de setembro de 2021 - 11:14

Além das definições de protocolos sanitários para diversos setores e atividades da Expointer, a Secretaria da Saúde (SES) terá na feira uma série de atividades aos visitantes para reforçar as principais medidas de prevenção a covid-19: uso correto de máscaras, distanciamento social e vacinação. As ações educativas serão interativas com o público, dentro das normas de segurança.

Logo na entrada do parque haverá (próximo à entrada principal de pedestres, pelo portão 2) uma tenda do Centro Estadual de Vigilância em Saúde (Cevs) onde essas ações serão realizadas nos dias do evento. “Vamos aproveitar a Expointer para fazer educação em saúde, reforçando com as pessoas alguns cuidados a serem tomados não só na feira mas também fora dela”, explica a diretora do Cevs, Cynthia Molina Bastos.

Entre as atividades propostas está será com o uso de bambolês para demostrar visualmente o distanciamento seguro a ser mantido uma pessoa da outra. Em uma outra ação, um pó colorido (biodegradável e não tóxico) será utilizado para a produção de uma fumaça. Essa nuvem será assoprada em direção ao voluntário para a demonstração da eficácia do uso de máscara, protegendo a boca e o nariz. O restante do pó que tiver contato com o rosto é facilmente limpo e uma máscara nova é fornecida a pessoa.

O personagem Zé Gotinha também estará presente no evento e, na ausência de chuva, fará desfiles pelo parque para que as pessoas façam fotos e compartilhem em suas redes sociais incentivando a vacinação. Diferentes cartazes com dizeres de reforço dos cuidados preventivos também serão disponibilizados para as pessoas fazerem fotos.

Outras informações aos visitantes

Temperatura e máscara

Todas as pessoas passarão por triagem cada vez que acessarem o Parque Assis Brasil. Haverá verificação de temperatura e orientação quanto ao uso da máscara e demais regras sanitárias. Só será autorizada a entrada de quem estiver com boas condições de saúde.

Cercamento eletrônico

Para controlar a circulação de pessoas em áreas do parque que costumam ser bastante demandadas pelos visitantes, haverá monitoramento em tempo real de quatro espaços: Pavilhão da Agricultura Familiar, Pavilhão do Comércio, Pavilhão Internacional e Boulevard e imediações. Caso o número limite de pessoas seja alcançado nestas áreas “sensíveis”, as catracas serão bloqueadas até que se reduza a circulação. O controle será feito por tecnologia, com software e telas de monitoramento disponibilizados por empresa contratada.

Alimentação

O comércio de alimentos e bebidas será realizado exclusivamente em espaços locados junto à organização do Parque e em local sinalizado e específico, ficando proibido o comércio ambulante. O público não poderá consumir alimentos ou bebidas quando em movimento na praça de alimentação, nos pavilhões e nas áreas de circulação do parque – o consumo só será permitido em locais próprios e devidamente sinalizados para este fim.

Notícia anterior
Próxima notícia

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Escute a rádio ao vivo