Municípios no radar e na agenda de lideranças fardadas para 2022

24 de agosto de 2021 - 16:15

Ferrenho defensor do tratamento precoce e do presidente Bolsonaro, o progressista Luís Carlos Heinze aproveita todos os minutos possíveis para percorrer o Estado em busca de apoio. Aqui em São Leopoldo, o presidente municipal reeleito, Rafael Padilha articula apoiadores para a peleia eleitoral que Heinz quer enfrentar e vencer na sua meta de concorrer ao Piratini. Em 2018, Heinz não conseguiu, mas desta vez quem está mais próximo garante que o senador não tem a menor intenção de estender o tapete para Onyx Lorenzoni (DEM).

 

Amortecedor estadual

Entre as tarefas do “amortecedor” Ciro Nogueira (PP), hoje titular da Casa Civil no Planalto, é convencer Heinz (PP) e Onyz (DEM), que não há espaço para candidaturas próprias. Alguém vai ter que ceder. Aguardemos.

 

“Bem juntinhos”

E a deputada Patrícia Alba e o ex-prefeito de Gravataí, Marco Alba, também estão na estrada preparando a eleição de 2022. No roteiro do casal emedebista, “Bem Juntinhos”, comida, tricô, artesanato não fazem parte das agendas. O papo é sobre Assembleia Legislativa e Câmara Federal, assuntos que estão debatendo em todas as cidades, como em Sapucaia do Sul na festa do 60 anos (20 de agosto) ao lado do prefeito Volmir Rodrigues (PP) e vereador Evandro Salermo Gã (MDB).

Em São Leopoldo

A deputada Patrícia Alba (MDB) – que lançou nesta sexta-feira (20/8) a Frente Parlamentar em Defesa do Comércio de Bens e Serviços  – conhece bem São Leopoldo. Em 2018, fez dobradinha com o então vereador Arthur Schmidt (MDB) que concorreu a deputado federal.

Notícia anterior
Próxima notícia

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Escute a rádio ao vivo