Moradores da Coreia protestam na Câmara de Vereadores contra reintegração de posse

17 de agosto de 2021 - 18:25
Por Sônia Bettinelli

Moradores da Ocupação Coreia, junto à Alta Tensão, no Parque Itapema, bairro Scharlau, estão em frente à Câmara de Vereadores de São Leopoldo, protestando contra a reintegração de posse concedia pela Justiça à Concessionária RGE, proprietária da área.

 

Segundo Eloisa Silveira, representante das famílias pelo Movimento Nacional de Luta Pela Moradia (MNLM), a ida à Câmara é para pedir que os vereadores auxiliem as famílias na busca de conciliação com o Estado, Município, RGE.

 

Eloísa usou a tribuna pediu ajuda, destacando que são várias ocupações junto às altas tensões em várias regiões da cidade, que certamente a RGE ingressará com  pedido para retirada das famílias. “A titularidade é da RGE, mas a posse é de quem está lá há muitos anos. Olhem com atenção, estudem para nos ajudar”, pediu.

“São entre 150 a 200 famílias que moram na área há mais de 20 anos, ou seja, mais de uma geração. E quando a RGE comprou da AES Sul, a área já estava ocupada”, destaca Eloísa que participou de uma reunião, na própria praça com moradores.

A expectativa de Eloisa é que o oficial de Justiça entregue as intimações no início de setembro. “Precisamos tratar da conciliação antes disse”, observa Eloísa junto com Alcemir Garcia, secretário adjunto de Obras Viárias e integrante do MNLM,

O site Berlinda entrou em contato com assessoria da RGE manifestação, mas ainda não teve retorno.

 

Audiência de conciliação

Conforme a presidente da Câmara de Vereadores, Ana Affonso (PT), ainda amanhã deverá ser enviada ao Ministério Público um ofício solicitando audiência de conciliação. “Minha sugestão é que o pedido seja feito pelas comissões de Habitação e Direitos Humanos e pela Mesa Diretora. A última movimentação do processo foi em 31 de julho, quando foi concedida a reintegração de posse. Precisamos fazer isso agora para evitar que a reintegração seja executada”, destacou Ana Affonso.

 

Notícia anterior
Próxima notícia

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Escute a rádio ao vivo