25 de julho de 2021 - 11:40
Amvars: R7 define novos protocolos e solicita ao Estado alterações relacionadas às aulas, festas e jogos
Lembrando que prefeituras podem ser mais restritivas que os protocolos definidos pelo colegiado, portanto o que vale para cada cidade será o decreto da respectiva prefeitura
Os prefeitos da região 7 da Covid em reunião realizada pela associação dos Municípios do Vale do Rio dos Sinos- Amvars, definiram ontem algumas alterações nos protocolos relacionados à eventos. Confira o que ficou definido:
– Ampliação do horário de funcionamento para até as 2h, sendo a entrada permitida até a 1h
– Ampliação da capacidade dos espaços para 50%, observado o PPCI;
. Ampliação do limite para até 150 pessoas por evento (ambiente fechado ou aberto);
– Permitida música ao vivo com distanciamento mínimo de 1 metro entre os músicos.
Os novos protocolos tiveram aprovação da maioria absoluta dos prefeitos e passam a vigília a partir da publicação dos respectivos decretos pelas prefeituras o que deve acontecer a partir de terça-feira. Além dá alteração nos protocolos permitidos, os prefeitos decidiram enviar ofício para Governo do Estado solicitando alterações nos protocolos de responsabilidade exclusiva do Estado. Eles pedem que o distanciamento entre alunos nas aulas presenciais seja alterado para 1 metro e também defendem o retorno 100% presencial de alunos, pedido que constará no ofício. Relativamente a festas, os prefeitos também farão constar no ofício pedido para que seja considerada a possibilidade de liberação de danças em cerimônias de casamento e 15 anos, tais como dança dos noivos e valsa de debutantes. Os prefeitos também pediram ao governo do estado que permita presença de público em jogos de futebol limitada em 20% da capacidade do estádio.
“Os indicadores epidemiológicos da região nos permitem avançar um pouco mais com relação a alguns protocolos. Embora tenhamos recebido diversos pedidos de mais flexibilizações em outras áreas, optamos em organizar de forma mais lenta essas liberações tendo em vista nosso compromisso de manter os números da pandemia favoráveis e em declínio como vem ocorrendo agora. Qualquer flexibilização mais liberal pode comprometer todo um trabalho que vem sendo realizado com seriedade pela região”, destaca o presidente Luciano Orsi.
Notícia anterior
Próxima notícia

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Escute a rádio ao vivo