No Berlinda News Entrevista Especial na Trensurb, diretoria deu boas notícias aos usuários: vem aí um aplicativo, elevadores nas estações e nova grade de horários

15 de julho de 2021 - 18:01
Por Isabella Belli

O programa Berlinda News Entrevista dessa quinta-feira (15) foi especial, direto da Central de Controle da Trensurb, em Porto Alegre. Participaram da conversa o diretor de operações, Luís Eduardo Fidel, o ouvidor Edmilson Klein, o superintendente Franklin Ferreira e o supervisor de segurança, Giuliano Boeck.

Veja abaixo os principais pontos tratados na entrevista:

Pandemia

A barreira sanitária que ficou instalada na estação Mercado, em Porto Alegre e detectou nove casos de Covid-19 em 142 pessoas que foram testadas no local, ainda não tem previsão de retorno, de acordo com Fidel.

A Prefeitura de Porto Alegre está avaliando o retorno da barreira. Enquanto isso, estamos montando uma barreira na Estação Canoas e acreditamos que já inicia na próxima semana, onde a princípio não terá um limite de tempo de permanência. Em Esteio, para a Expointer, já está alinhado com o prefeito Leonardo Pascoal. As outras cidades já estamos conversando, como por exemplo, Sapucaia do Sul que está com grande interesse. E vai ser bom ter uma barreira lá, porque é a quarta estação com maior movimento, atrás somente das estações Mercado, Canoas, Rodoviária e Mathias Velho, que estão empatadas em número de usuários. Por dia, Sapucaia do Sul tem um movimento de 13 mil usuários, sendo que entre 5h30 e 8h30, entram 8 mil pessoas.”

Segundo Klein, uma das maiores reclamações dos usuários nesse período de pandemia tem sido relacionada a falta do uso da máscara por determinadas pessoas.

No momento, dentro do contexto que estamos vivendo, recebemos muitas reclamações de usuários falando de pessoas no trem sem máscara.

Somos um pouco mais de 400 funcionários envolvidos nas operações das estações e nós temos hoje 90 mil usuários por dia, então é humanamente impossível cuidar de todos. Então as pessoas precisam ter consciência em relação a isso e seguir as regras adequadamente.”

Concurso público

A Trensurb abriu recentemente as inscrições para um novo concurso para chamada imediata e também vaga reserva. Veja o que o ouvidor da empresa falou sobre o assunto:

O edital está disponível no site da Trensurb. A empresa está em processo de aposentadoria de muitos empregados e essa mão de obra precisa ser reposta, porque tem funções essenciais que não tem como tirar e não substituir. Atualmente temos 147 operadores de trem e 102 estão na lita para ir embora. É interessante as pessoas tentarem, porque é um local onde é possível fazer um plano de carreira.. Eu mesmo comecei como bilheteiro em 2003, depois em 2007 fiz o concurso para ser operador de trem, em 2010 passei para essa função e agora estou na ouvidoria.”

Nova grade de horários

Por conta da pandemia, a Trensurb teve uma queda de 80% nos usuários o que, segundo o superintendente Ferreira, impactou na operação do trem.

Além disso, tivemos também o afastamento de alguns funcionários com mais de 60 anos por cona do risco de contrair o vírus e tivemos que ir adequando a oferta com a nossa disponibilidade. Diante desse cenário, tivemos que buscar uma forma de avaliar a nossa demanda e construir um modelo para ter um melhor planejamento operacional da grade horário. Então até agora já foram usadas 15 grades diferentes. A gente teve que se adequar à pandemia e às normas, como as bandeiras. Por isso, para a próxima semana já estamos planejando uma nova grade horária que deve melhorar a operação no horário de pico e nos dois sentidos. Estamos prevendo uma melhora em 14% de manhã na oferta de lugares e à tarde em17%. Já entre os horários de pico vamos reduzir os intervalos de 15 para 12 minutos.”

Melhorias

A Trensurb conseguiu um investimento este ano de mais de R$ 8,5 milhões que está aplicando em melhorias e reformas das estações, como por exemplo, a troca do piso na estação São Leopoldo, que de acordo com Fidel já estava antigo. “Vamos fazer o mesmo na Estação Unisinos”, contou.

Outra importante melhoria será a instalação de elevadores em todas as estações. A expectativa, segundo Ferreira, é que toda essa reforma seja concluída ainda esse ano. “Os terminais de integração com os ônibus também estão recebendo melhorias.”

 

Incêndio

O incêndio que acometeu o prédio da Secretaria Estadual de Segurança Pública, em Porto Alegre, na noite dessa quarta-feira (14), teve consequências também na operação do trem que passou a funcionar somente até a Estação São Pedro.

Quando soubemos o que estava acontecendo, o centro de controle fez contato através de uma operação técnica e acionou todos os ônibus que a Carris tinha disponível para ajudar os usuários a chegarem ao destino final”, explicou Boeck.

Já na manhã dessa quinta (15), a operação retomou normalmente passando por todas as estações.

Torcidas organizadas

A Câmara de Vereadores de Porto Alegre aprovou recentemente o retorno das torcidas organizadas aos estádios o que faz com que a Trensurb volte a ficar atenta ao deslocamento desses grupos pelo trem.

A partir de hoje teremos que fazer um estudo novo para coibir o encontro deles em integração com as polícias e os líderes de torcida. Normalmente, fazemos uma reunião prévia com o Batalhão de Operações Especiais da BM e a partir daí definimos as operações para evitar confrontos e proteger usuários que nada têm a ver com as torcidas”, afirmou Boeck.

Aplicativo

Segundo Klein, a Trensurb está desenvolvendo um aplicativo que poderá ser baixado gratuitamente nos smartphones que vai auxiliar a vida dos usuários.

Decidimos criar esse aplicativo por conta da lotação dos trens e da grade horária. Estamos em fase de teste e com ele o usuário poderá saber quanto tempo o trem vai demorar a chegar e se é um trem simples ou acoplado.”

 

Acompanhe a entrevista aqui 

Notícia anterior
Próxima notícia

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Escute a rádio ao vivo