Secretária de Saúde de Esteio diz que cerca de 4 mil pessoas aguardam para receber a 2ª dose da Coronavac

3 de junho de 2021 - 09:55
Por Juliano Palinha

Um problema que ocorre no Brasil inteiro e não seria diferente em Esteio. Conforme a Secretária de Saúde, Ana Boll, cerca de 4 mil pessoas aguardam a segunda dose da vacina coronavac no município.

“Infelizmente a nossa situação é a mesma que muitos municípios do Estado, eu faço parte do COPEN,entidades que representam os municípios e agente tem conversado muito e trocado informação a esse respeito. Em Esteio falta 4 mil doses da Coronovac para aplicar a segunda. A gente conseguiu zerar quem estava atrasado e precisava aplicar até dia 30 de abril. No dia 1 de maio a gente aplicou em torno de 2 mil doses. Estamos lutando muito,batalhando e indo atrás, dialogando com o Estado e Ministério da Saúde tentando que essas doses venham logo, mas falta bastante gente”, lamentou a secretária que falou no programa Berlinda News Entrevista desta quarta-feira (2).

ANA BOLL

Ana Boll disse ainda que não há previsão da chegada de mais doses nesta semana ou na outra. “A gente ouviu dizer, e essa informação não são dados oficiais, é que a próxima remessa deva chegar daqui 14 dias, mas isso são notícias que o Butatan tem mandado ou a gente ouve na imprensa. Infelizmente, não posso afirmar essas informações”, comenta.

Por falta de insumos, o Instituto Butantan precisou suspender a produção em 14 de maio e só retomou a fabricação no último dia 27.

 

 

 

TRANSPORTE PÚBLICO E ESCOLAR E PESSOAS COM 57 ANOS

No programa a Secretária adiantou que neste feriado não há vacinação em Esteio, mas nesta sexta-feira (4) outro grupo de trabalhadores será vacinado: os profissionais que atuam no transporte público e escolar de Esteio. A aplicação será das 10h às 14h, na garagem do Consórcio TEU (Rua Maurício Cardoso, 1.050 – ao lado da Prefeitura). As empresas já encaminharam as listas para a SMS.  Amanhã à noite também, no drive-thru no Parque Assis Brasil, serão vacinadas também pessoas acima dos 57 anos independentemente de comorbidades que já fizeram o agendamento.

 

Notícia anterior
Próxima notícia

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Escute a rádio ao vivo