Prefeitura de São Leopoldo registra mais de 1 mil inscritos para receber imunizante da Pfizer

25 de maio de 2021 - 18:15

No primeiro dia de cadastro para a vacina do Laboratório Pfizer, que será mediante agendamento, a Secretaria da Saúde contabilizou 1.088 inscritos. A maior parte (64%) foram de pessoas com comorbidades.

A vacina Pfizer estará disponível para pessoas com deficiência permanente, que tenham entre 18 e 59 anos, cadastradas no Benefício assistencial à pessoa com deficiência (BPC); pessoas com doenças pré-existentes acima de 18 anos, pessoas com síndrome de down acima de 18 anos, idosos acima de 60 anos, professores e funcionários da educação infantil e fundamental e gestantes ou puérperas com comorbidades ou que apresentem indicação médica de avaliação dos riscos e benefícios.

Para receber as doses do Estado, a Vigilância em Saúde precisa apresentar uma lista prévia de cadastrados. Os frascos vêm de Porto Alegre refrigerados entre 2°C e 8°C. Nesta temperatura, as doses podem permanecer por até cinco dias. O objetivo do agendamento é evitar o desperdício.

As inscrições devem ser feitas pelo link no site da Prefeitura de São Leopoldo pelo link: www.saoleopoldo.rs.gov.br/cadastropfizer para inscrições, que também podem ser feitas por telefone através do número 2200.0768 ou pelo whatsapp 989248117. O atendimento ocorre das 9h ao meio-dia e das 13h às 16h.

As pessoas cadastradas como comorbidades precisarão apresentar no dia da vacinação além do documento documento oficial com foto, comprovante de residência e cartão sus, também os laudos ou exames médicos atualizados que comprovem a situação de saúde.

Mais informações sobre a marca

• Podem vir rotuladas como Pfizer-Biontech, se produzidas na Bélgica, ou Comirnaty, que é o nome comercial usado na fábrica dos Estados Unidos. A vacina é distribuída no Brasil com embalagem em inglês, mas a empresa dispõe de um site em português com conteúdos para profissionais de saúde (comirnatyeducation.com.br).

• Cada frasco tem capacidade para seis doses. Ele vem com 0,45 ml do produto, que para a aplicação precisa de diluição de mais 1,8 ml de soro fisiológico.

• É uma vacina do tipo RNA mensageiro (mRNA), ou seja, usa parte de uma sequência do código genético do vírus para induzir o organismo a produzir anticorpos.

• Reações adversas mais comuns incluem dor no local da aplicação, fadiga e dor muscular (raramente chegando a apresentar febre), que costuma aparecer em até 24 horas e apresentar melhora em até 48 horas.

Notícia anterior
Próxima notícia

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Escute a rádio ao vivo