Memorial às vítimas da covid-19 em São Leopoldo

13 de abril de 2021 - 22:39
Por Sônia Bettinelli

A vereadora e atual presidente da Câmara de Vereadores de São Leopoldo, Ana Affonso (PT), anunciou na tribuna de hoje (13), a criação de um memorial às vítimas da covid-19 na cidade. Será mais um ato solidário às famílias das vítimas, moradores do Município, que são mais de 460 mortos. Ana Affonso lidera o Movimento Vacina Já, que busca cobrar as autoridades responsáveis pelas vacinas a agilizar a compra para imunizar o maior número de pessoas. No dia 7, o movimento fez uma homenagem às vítimas, em frente à Câmara de Vereadores.

Aprendizado 

Ainda curando a ressaca da sessão de quinta-feira,  com quase quatro (4) horas de duração, hoje o clima foi de calmaria na Câmara de Vereadores de São Leopoldo. Com fala respeitosa e mansa, os vereadores Falcão (MDB) e Gabriel Dias (Cidadania), disseram que a derrota no projeto do IPTU é aprendizado e faz parte da democracia, porém, sutilmente criticaram colegas que teriam feito postagens tentando confundir a população. “Fake news não”, destacaram.

Tarifa de água

O próximo embate entre a oposição, governo e Procuradoria Jurídica da Câmara de Vereadores de São Leopoldo será a tarifa da água. Agora com o reforço do vereador Hitler Pederssetti (DEM), Falcão e Gabriel Dias, querem a redução da tarifa que teve reajuste de 19,8%. Falta o parecer da Procuradoria Jurídica e depois análise da CCJ, caso o parecer opinativo seja pela constitucionalidade.

INPC e retroatividade

Conforme a matéria protocolada, o INPC deve ser o índice de atualização da tarifa de água e esgoto será a partir do exercício financeiro de 2021.  Eventual saldo positivo, em favor do usuário, decorrente da diferença dos índices de reajustes, em especial o determinado pelo Decreto Municipal nº 9.769, de 26 de janeiro de 2021, já pago em relação ao exercício financeiro de 2021, pode ser
restituído ou compensado na cobrança ou faturas seguintes.

575 ou 7 mil?

O atraso para tomar a 2ª dose da vacina contra o covid-19 é assunto nacional, isso porque, a 1ª dose não imuniza contra o vírus. São Leopoldo seguiu o assunto nacional, porém, com um detalhe que provoca dúvida aos jornalistas. O prefeito Ary Vanazzi (PT) postou em seu twitter que 7 mil moradores da cidade não estariam se dirigindo aos locais para a 2ª dose. É uma das interpretações da postagem. À tarde, por meio da assessoria de imprensa a Secretaria Municipal da Saúde de São Leopoldo informou que até o meio-dia de hoje (13) 575 pessoas ainda não haviam recebido a 2ª dose da CoronaVac porque simplesmente não foram aos locais da imunização. As 7 mil doses que o prefeito se refere, seria o estoque para aplicação da 1ª e 2ª doses, informou assessoria.

 

Notícia anterior
Próxima notícia

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Escute a rádio ao vivo