Pediatra Werner Carvalho integra movimento da categoria pela volta às aulas presencial

12 de abril de 2021 - 13:24
Por Sônia Bettinelli

Pediatra com mais de 30 anos de experiência, o médico Werner Carvalho, de São Leopoldo é um dos mais de 300 pediatras que defendem a volta às aulas presenciais. No Berlinda News Entrevista de hoje (12), Werner fez o relato do que está recebendo em seu consultório desde o início da pandemia, em março de 2020, quando as escolas foram fechadas, mantendo apenas aulas virtuais.

“Atendo casos de crianças de escolas particulares que passam de 4 a 5 horas na tela, assim como de crianças da rede pública que passam uma hora. Nos dois casos há prejuízos. Uma hora de aula não é suficiente para alfabetizar e mais de 4 horas coloca a criança numa exposição à tela exagerada. Isso sem falar na questão emocional que essa idade está sofrendo. Criança precisa interagir com criança”, observa o pediatra.

Werner Carvalho diz que sua posição sobre o assunto e sua adesão ao movimento está respaldada  pelo comitê científico da campanha LCE (Lugar de Criança é na Escola). “Temos preocupação com os prejuízos físicos, cognitivos e psíquicos causados pela ausência de aulas presenciais durante a pandemia de Covid-19”, acrescentou defendendo a vacinação dos professores e demais profissionais das escolas.

Serviço essencial

Em 23/03/2021, o Poder Executivo tornou no Estado do Rio Grande do Sul, através da Lei 15.603/20, a Educação como serviço essencial. Porém, uma liminar anterior, que impede aula presencial para Educação Infantil e 1° e 2° anos do Fundamental, segue tramitando até o julgamento do mérito.

Notícia anterior
Próxima notícia

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Escute a rádio ao vivo