Vanazzi é reeleito para presidir Associação Brasileira de Municípios (AMB)

16 de março de 2021 - 16:38

O prefeito de São Leopoldo-RS  Ary Vanazzi, foi eleito para um segundo mandato na presidência da Associação Brasileira de Municípios (ABM) para o período 2021 a 2023. A assembleia ocorreu nesta terça-feira (16) e renovou toda a direção.

“Vamos continuar trabalhando pelo fortalecimento dos municípios em um momento de agravamento da crise em saúde pública”, disse Vanazzi que defende lutas emergenciais junto com o combate à pandemia. Primeiro, a aquisição imediata de vacinas pelo governo federal para garantir a imunização da população. Segundo, a volta do auxílio emergencial que garanta uma renda básica para a população mais vulnerável econômica e socialmente e também o socorro financeiro aos municípios.

Sobre a situação financeira, Vanazzi destacou que em 2021 nenhum auxílio chegou.  “Hoje, não temos mais esse cenário. O auxílio à população foi reduzido e as prefeituras não contam com ajuda federal. O quadro é bastante difícil”.

Na mesma linha, o prefeito José Adinan Ortolan (Cordeirópolis – SP), eleito vice-presidente, destacou que a crise atual é uma oportunidade para a ABM construir uma agenda programática de atuação e unir os municípios.

Na segunda-feira (15), o presidente da ABM e a prefeita Moema Gramacho (Lauro de Freitas – BA), eleita presidente do Conselho Deliberativo, entregaram ao presidente do Senado, Rodrigo Pacheco,   propostas elaboradas na reunião emergencial que a entidade coordenou diante do agravamento da crise em saúde pública.

Conselho Diretor 

Na assembléia geral também foram alterados dois dispositivos do Estatuto da ABM. O primeiro reduziu de três para dois anos o mandato da Diretoria e a criação de representações regionais e temática.Para o mandato 2021 a 2023 o Conselho Diretor está assim composto:

Presidente: Ary Vanazzi – prefeito de São Leopoldo (RS);

Vice-presidente: José Adinan Ortolan (prefeito de Cordeirópolis (SP);

Secretário Geral: Marco Antônio de Azevedo Santana (prefeito de São Cristovão (SE);

1ª Secretária: Mônica Gomes Aguiar (ex-prefeita de Camocim/CE);

2º Secretário: Vicente de Paula Guedes (Prefeito de Rio das Flores/RJ);

1º Tesoureiro: Gilmar Dominici (ex-prefeito de Franca/SP);

2ª Tesoureira: Marcia Lucena (ex-prefeita de Conde/PB).

Notícia anterior
Próxima notícia

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Escute a rádio ao vivo