Cidadania retoma ação noturna de abordagem a pessoas em situação de rua em Esteio

13 de março de 2021 - 08:42

A Secretaria Municipal de Cidadania e Direitos Humanos (SMCDH) está retomando as ações noturnas com o serviço de abordagem social a pessoas em situação de rua em Esteio. A iniciativa conta agora, além da equipe do Centro de Referência Especializado em Assistência Social (Creas), com o apoio da Associação Vivendo Atos 29. No fim da tarde dessa quinta-feira (11), uma assistente social da Prefeitura e dois educadores sociais da instituição percorreram ruas do Centro da cidade para falar com crianças, jovens, adultos e idosos que utilizam espaços públicos como moradia ou que dependem destes locais para sobreviver (por exemplo, vendendo produtos em semáforos ao longo do dia para sustentar a casa).

Nestes momentos de contato, as equipes procuram ouvir e entender o contexto que levou a pessoa a essa situação, o que é ocasionado por casos de violações de direitos ou uso de entorpecentes, entre outros, e apresentam os equipamentos da rede. A ideia é que o abordado busque voluntariamente os serviços e seja encaminhado a atendimentos que possam contribuir para sair da condição de vulnerabilidade em que se encontra.

Entre as medidas estão, por exemplo, busca familiar, fortalecimento de vínculos, confecção de documentos, atendimento na atenção básica de saúde ou em serviços especializados, como os centros de atenção psicossocial, ou, ainda, para albergues ou para a República Juntos Esteio, no caso de pessoas que estão mais organizadas e mais próximas a superar a condição de rua. A gestão da República, aliás, passou a ser feita pela Atos 29 desde 1º de março.

A retomada das ações noturnas com serviço de abordagem social é uma das Metas de Gestão de 2021 da Secretaria Municipal de Cidadania e Direitos Humanos. O objetivo era fazer duas ações por semana, mas já estão sendo realizadas três. Essas intervenções são promovidas, também, em outros turnos e bairros de Esteio.

Cada pessoa possui um prontuário junto ao Creas, no qual as informações registradas durante as abordagens são colocadas. A conclusão, no início deste mês, do sistema eletrônico integrado de dados, permitirá a técnicos de referência de outros equipamentos da rede acompanhar de modo mais ágil esse conteúdo.

Notícia anterior
Próxima notícia

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Escute a rádio ao vivo