Governo do Estado tem pedido negado para retorno das aulas presenciais

3 de março de 2021 - 08:57

O pedido para a retomada das aulas presenciais no Rio Grande do Sul foi negado, ainda na madrugada, pelo Tribunal de Justiça do RS e assinado pelo desembargador, Antonio Vinicius Amaro da Silveira.

Diante da decisão, a abertura das escolas infantis fica condicionada ao sistema de controle de bandeiras do Estado, ou seja, é necessário que o RS sai da bandeira preta para retomada das atividades de ensino.

Mesmo na bandeira preta, definida na última quinta-feira, governador Eduardo Leite decidiu pela manutenção das aulas na rede pública e privada da educação infantil e 1º e 2º anos do ensino fundamental. Porém, a juíza Rada Maria Metzger Kepes Zaman, da 1ª Vara da Fazenda Pública da Capital, em ação civil pública ajuizada pela Associação Mães e Pais pela Democracia (AMPD) e CPERS/Sindicato decidiu pela suspensão das aulas.

 

 

 

Notícia anterior
Próxima notícia

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Escute a rádio ao vivo