Escolas de Educação Infantil da rede privada não poderão funcionar presencialmente a partir de amanhã

1 de março de 2021 - 15:48
Por Juliano Palinha

O secretário de Educação de São Leopoldo, Ricardo Luz, disse no Berlinda News Entrevista de hoje (1°), que o Município fará um novo decreto e a partir de amanhã, terça-feira (2), as escolas de educação infantil da rede privada não poderão funcionar presencialmente. “Haverá uma alteração no decreto amanhã, pois há uma proibição e lógico que aqui será proibido também, afinal é uma decisão judicial”, afirmou o secretário. Ricardo refere-se a   liminar da Juíza Rada Maria Metzger Kepes Zaman, da 1ª Vara da Fazenda Pública da Capital, ainda na madrugada desta segunda-feira, 1º de março, proibindo aulas presenciais nas escolas públicas e na rede privada do RS.

Ricardo Luz observa que as aulas no sistema remoto da rede municipal, que começaram hoje, não são afetadas pela decisão da magistrada. Em São Leopoldo o início do ano letivo ocorreu hoje, 1º de março, de forma remota, para todos os alunos do Ensino Fundamental – do 1º ao 9º ano, Acelera, EJA e Educação Infantil (manutenção de vínculos), com atividades na plataforma virtual e atividades impressas, formato semelhante ao ano letivo de 2020. “No nosso calendário às aulas presenciais ocorreriam só a partir de abrir e não atingiria essas turmas ainda”, lembrou Luz.

O site Berlinda procurou alguns proprietários de escolas infantis, mas ninguém quis se pronunciar neste momento, os representantes da Escola Infantil Canguru e Escola Corujinha pediram para falar amanhã no programa Berlinda News Entrevista.

Nesta segunda-feira também o Estado já entrou com recurso contra a suspensão das aulas.

Notícia anterior
Próxima notícia

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Escute a rádio ao vivo