São Leopoldo larga na frente para a aquisição de vacinas contra a covid-19

26 de fevereiro de 2021 - 14:04

A Câmara de Vereadores de São Leopoldo aprovou, por unanimidade, o projeto de lei do Executivo que autoriza a compra da vacina contra o novo coronavírus. O recurso de R$ 5 milhões, reservado para a aquisição, será obtido por meio da venda da folha de pagamento do funcionalismo para a Caixa Econômica Federal.

“Trata-se de um recurso excedente que veio dessa venda, que é algo feito periodicamente. O processo de aquisição de imunizantes por parte dos municípios foi permitido pelo Supremo Tribunal Federal e pela Câmara”, explicou o secretário da Saúde Marcel Frison.

Diante da falta de planejamento do governo federal, a meta da Prefeitura é adquirir 40 mil doses de vacinas aprovadas pela Anvisa. “Estamos fazendo nossa parte, correndo contra o tempo em defesa da nossa população. O Brasil está muito atrasado no processo de imunização e enfrentamento à pandemia. Houve um período muito longo de negação da Covid, o que resultou no grave cenário que temos hoje. Por isso a necessidade de seguir a ciência na tomada de decisões e a importância do Movimento Vacina Já, com a participação massiva das entidades e das cidadãs e cidadãos leopoldenses na luta pela vacinação de todos e todas”, destacou a presidenta do Legislativo Ana Affonso.

O próximo passo é enviar o projeto para a Granpal e adquirir em quantidade junto com os demais municípios da região metropolitana. Em dezembro do ano passado, o prefeito Ary Vanazzi acompanhou o início da produção da CoronaVac no Instituto Butantan, em São Paulo, onde assinou um protocolo de intenções para a aquisição das doses.

Notícia anterior
Próxima notícia

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Escute a rádio ao vivo