Após três décadas em São Leopoldo, Pizzaria Kronhardt fecha as portas e atenderá só por tele-entrega a partir de Novo Hamburgo

19 de fevereiro de 2021 - 11:59
Por Juliano Palinha

Com mais de três décadas em São Leopoldo, na Avenida Unisinos, o proprietário da Pizzaria Kronhardt, Edemir Kronhardt, mudou seu modelo de negócio. A partir de agora, os moradores de São Leopoldo e região, terão a pizza em casa somente pelo sistema de tele-entrega, com todo o serviço concentrado na cidade vizinha, em Novo Hamburgo, onde está há 41 anos. O prédio em São Leopoldo foi alugado. A pandemia e uma proposta muito boa de locação foram os principais motivo para a remodelagem do negócio. “Tem momentos que a gente cansa. São muitos anos. Então como surgiu uma proposta boa e com essa pandemia, achamos melhor para aí”, diz o proprietário. O espaço fechou por cinco meses e quando reabriu, por conta dos protocolos de segurança sanitária, só era permitido um número reduzido de clientes. O número de funcionários passou de 17 para 11, mesmo assim, a concorrência com a tele-entrega foi intensa. Antes da pandemia, o público da pizzaria aos finais de semana era de aproximadamente 300 pessoas.

Fiel a clientela 

“Não iria abandonar nossos clientes e amigos de São Leopoldo. Foram 33 anos vivendo essa cidade. Então o pessoal poderá fazer o seu pedido que entregaremos a partir de Novo Hamburgo, mantendo o mesmo preço da tele-entrega como se estivéssemos em São Leopoldo”, garante. Os pedidos podem ser feitos pelo número 3593-6024 que também funciona como whats.

Nova pizzaria 

A casa que funcionou por mais de 30 anos com o nome Kronhardt, na Avenida Unisinos deve reabrir num prazo de 60 dias, mantendo-se como pizzaria, segundo informou Edemir. Ele não sabe se os seus funcionários seguirão trabalhando quando abrir o novo restaurante. “Não sei ainda, mas nós estamos acertando com todos”.

 

 

 

 

Notícia anterior
Próxima notícia

Comentários

Edemir Kronhardt

Mas também, todos esses anos, era a pizzaria referencia em pizzas em São Leopoldo, valor não era barato e mesmo assim quebraram? Cadê o caixa pra emergência? não aguentou as recisões trabalhistas….. Bem feito……….

Silvio

Pelo que entendi não quebrou mas fechou. É bem diferente…

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Escute a rádio ao vivo