Sem Carnaval, presidente da Império do Sol distribui cestas básicas e pede: “fiquem em casa”

12 de fevereiro de 2021 - 18:08
Por Isabella Belli

O Cultura Capilé desta sexta-feira, 12, não poderia ter sido sobre outro assunto: carnaval! Apesar de ser um ano de pandemia e da folia ter dado um tempo, o carnaval é a festa do povo brasileiro e não podíamos deixar de falar sobre ele. Para isso, convidamos o presidente da escola de samba leopoldense, Império do Sol, Alzemiro Jacinto da Silva, mais conhecido como Miro.

Responsável por levar a Império ao desfile de Porto Alegre, sendo assim a primeira escola de samba da região metropolitana a desfilar na Capital, Miro começou o programa resumindo bem a situação atual: “Se fosse um carnaval normal eu nem estaria aqui. Estaria correndo, sem dormir, resolvendo os últimos detalhes antes de entrar na avenida, mas o mundo anda complicado…”, afirmou.

Na falta dos desfiles, Miro explicou que a escola vem se dedicando às ações comunitárias, como a distribuição de cestas básicas. Segundo ele, esse trabalho tem sido importante já que com a pandemia veio o desemprego e aquelas pessoas que aproveitavam o carnaval para ter uma renda extra, ficaram sem a ajuda do samba. “O problema desse ano é mesmo o desemprego no ramo. Nessa época do ano, eu teria cerca de 80 funcionários trabalhando e essas pessoas ficaram sem essa verba. Mas estamos sabendo dar a volta por cima e nascemos com o propósito de sermos uma grande família e nos preocupamos com a comunidade. Por isso, que desde março começamos a fazer campanhas de arrecadação de alimentos e nos últimos 10 meses distribuímos cerca de 2 mil cestas básicas. Houve um mês em que foram distribuídas 400 cestas. A média é entregar 150 cestas por mês, além de agasalhos também. Tudo isso só foi possível por meio de parcerias e com a ajuda de amigos”, contou.

Outra forma de aproveitar o tempo que acabou ficando livre é pensar no carnaval de 2022. Este, pelo menos, ainda esperamos
que aconteça, assim como Miro. “Estamos trabalhando para o carnaval de 2022 e esperamos que a pandemia passe logo para a
quadra ser liberada para eventos e para as oficinas de percussão e de dança para as crianças da comunidade”, afirmou ele que descartou o carnaval em Julho. “Aqui não temos como fazer carnaval no meio do ano porque é muito frio. Houve um ano em que o desfile ocorreu em Maio e desfilamos com a temperatura de 5 graus. Para a Império do Sol foi bom porque o nosso tema era Gramado, mas na verdade não é o ideal.”

Em São Leopoldo, o Prefeito Ary Vanazzi decretou que não haverá feriado com o objetivo de evitar aglomerações. Miro concordou com a decisão e ainda deu uma dica para os foliões que estão se sentindo carentes com o cancelamento das festas. “Acho que se não existe a festa, realmente não tem porque ser feriado só para as pessoas se aglomerarem. Pedimos que as pessoas realmente não façam isso. Comemorem em casa, assistindo as lives, com a família, que é melhor.”

Notícia anterior
Próxima notícia

Comentários

Paulo Nunes

Parabéns Miro

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Escute a rádio ao vivo