Governo leopoldense busca implantação gradativa de políticas pelo fim do uso de tração animal

10 de fevereiro de 2021 - 18:39

O grupo de trabalho que discute o uso de veículos de tração animal em São Leopoldo reuniu-se nesta quarta-feira (10). O GT tem 120 dias para elaborar e implementar de maneira gradativa políticas pelo fim do uso de tração animal no município. “Seguimos uma linha de trabalho importante cujo foco é a proteção e o bem-estar dos animais, e queremos fazer esse processo de maneira sustentável, não apenas retirar o animal e protegê-lo, como também ajudar as pessoas a construir um novo caminho”, esclareceu o secretário-geral de governo, Nelson Spolaor.

A comissão reúne representantes das secretarias de Proteção Animal, Desenvolvimento Social, Mobilidade e Serviços Urbanos, Segurança Pública, Desenvolvimento Econômico e Tecnológico e Geral de Governo, além da Procuradoria-Geral e entidades protetoras dos animais (Ongs PAAR e Projeto Vida). “O grupo se propõe a dialogar com os carroceiros para construir alternativas às famílias que usam as carroças como subsistência”, reforçou o secretário de Proteção Animal, Walter Verbist, titular da secretaria que coordenará os trabalhos.

 

Saiba mais

Criado pelo decreto nº 9.703/2020, a comissão é composta pelo governo municipal e entidades da sociedade civil para a regulamentação da lei 8609/2017 que dispõe sobre os veículos de tração animal e cria o programa de redução gradativa do número de carroças no município de São Leopoldo

Notícia anterior
Próxima notícia

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Escute a rádio ao vivo