Polêmica sobre o reajuste da água em São Leopoldo faz Acist-SL e Semae emitirem nota

1 de fevereiro de 2021 - 21:52

A polêmica do reajuste da água em São Leopoldo ganhou mais uma capítulo. Nesta segunda-feira (1) a Acist-SL publicou um nota contra o aumento e o Semae rebatou com outra nota:

 

Nota da Acist-SL

A ACIST-SL avalia com pesar a elevação da tarifa de água e esgoto em 19,8% anunciada pelo município nesta semana. Para a Associação, este aumento terá forte impacto tanto para pessoas físicas como para as empresas, principalmente as de pequeno porte, que vêm buscando formas e modelos para se recuperar de 2020 devido à pausa de suas atividades e à falta de insumos para suas produções; e que se assustaram com os aumentos de 2021, que estão na contramão do movimento de retomada.

A entidade aponta que companhias de municípios vizinhos, como a COMUSA, de Novo Hamburgo e a estadual CORSAN, têm como parâmetros os percentuais da inflação, em torno de 5% a 6% e que São Leopoldo está – assim como na elevação do IPTU – na contramão do que que população pode suportar em tempos tão difíceis como o que estamos vivendo.

Reforçamos o fato de que muitas empresas optaram por não repassar, ou por um repasse inferior aos seus indexadores das correções para 2021, realmente pensando no fluxo econômico e na retomada geral.

Infelizmente, um aumento de 19,8% na tarifa de água impacta de forma muito negativa, uma vez que muitas empresas não irão conseguir repassar esse reajuste aos seus consumidores e terão que arcar com mais este custo. A decisão do não repasse também deveria vir do poder público e que a relação das despesas e faturamento deve estar ao alcance de todos, visando à transparência e acompanhamento da população. A entidade alerta que a indexação alimenta a corrente de inflação que afeta os recursos já limitados de muitos empreendedores, que ainda estão assimilando diversos reajustes, a exemplo do IPTU, que teve acréscimo de 20,93%.

 

Nota do Semae

O alto reajuste do serviço de água e esgoto é consequência do desequilíbrio do IGPM em 2020. Este indicador, que em outros anos apresentava índices inferiores a 5 %, no ano passado, em decorrência da pandemia e da crise econômica global, teve um elevado crescimento. Não aplicar o IGPM significa ser irresponsável com a gestão pública.

Eu como diretor-geral do Semae e vice-prefeito recém empossado, obviamente, não gostaria de dar o reajuste que está posto. Fizemos um grande esforço para diminuir esse impacto no bolso do consumidor leopoldense e encontramos uma alternativa a partir do estudo realizado pela Assemae, onde diminuímos o repasse em cerca de 4 pontos percentuais e garantimos o equilíbrio financeiro para cumprir com os contratos dos fornecedores e terceirizados que são regulados pelo IGPM e foram acrescidos de 23,14%. Além do mais, nós temos no município mais de 10 mil famílias beneficiadas com a tarifa social, pessoas com menor renda que pagam apenas R$ 19 para ter água tratada de qualidade para os seus lares todos os meses.

Mesmo com o reajuste, o Semae ainda figura entre os serviços de água e esgoto com os menores valores médios do metro cúbico de água no Rio Grande Grande do Sul.

 

 

Notícia anterior
Próxima notícia

Comentários

DORACI FLORES DE CAMARGO

Minha conta veio com valor 659.76 centavos somos 4 adultos e 3 crianças reclamei eles dizem que foi deixado atorneira abeta ou tem vazamento testei nao tam vazamento e que tem que paga O engraçado que isto aconteceu só depois que eles trocaram o hidrometro
quantos concimedor com o mesmo problema Eu nao vou aceita o argumento deles
conta veio 659.76 meu endereço Rua mercurio 496 Bairro santa tereza Sao Leopoldo

GABRIEL LEE PEREIRA

semae as vezes e meio sacana veio um fiscal mando coloca o relogio na rua e me deu um mes pra fazer ou ia toma multa abri o buraco e comprei o quadro liguei pra avisa que tava tudo pronto passo um mes e nada deles aqui pra coloca no final das contas tomei uma multa de 600 tendo feito oque foi pedido kkkkkkkkkk imagina se n faz kkkk

Rinaldo

O que seria digno do SEMAE seria cobrar só a consumo. Esta taxa de serviço é onde estão as falcatruas assinadas. Um absurdo! Parece que estão em outro mundo onde as pessoas são insignificantes demais. O egócio é arrecadar para que não falte os altos salários e as mordomias que usufruem as nossas custa.

Marcos

Essa é a administração do PT! Os que dizem se preocupar com o povo. Vergonha!!.

Vanderlei

Trocaram os medidores de consumo com segundas intenções,e ainda por cima era aumento absurdo em plena pandemia

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Escute a rádio ao vivo