Aumento de 20,92% no IPTU de São Leopoldo também incomoda vereadores governistas

18 de dezembro de 2020 - 16:49
Por Sônia Bettinelli

O aumento do IPTU de São Leopoldo, de 20,92% para 2021, incomoda muita gente, inclusive vereadores governistas. Na última sessão do ano, a vereadora Iara Cardoso (PDT) usou de sua habilidade “política e de vocabulário” para dizer que o aumento é demais, principalmente no momento da pandemia. Iara criticou o valor da anuidade da OAB e o IPTU. Porém, usou termos politicamente corretos para não melindrar seus colegas advogados e tampouco o governo Vanazzi, do qual faz parte. Mas deu o recado.

 

36 parcelas

Já o presidente da Câmara de Vereadores até 31 de dezembro, Júlio Galperim (PTB), também tocou no assunto “sugerindo” que o governo precisa facilitar, de alguma forma, a vida do contribuinte. Galperim disse que encaminhou um requerimento ao governo Vanazzi para que estude parcelar o IPTU de 2021 em até 36 parcelas. Segundo o vereador, sua sugestão estaria na Procuradoria Jurídica da Prefeitura.

 

Quem será?

Após escutar, como sempre faço, a última sessão da atual legislatura, ontem (17), minha expectativa é saber quem será o Brasil Oliveira, o Arthur Schmidt e o David Santos, em 2021/2024 na vida do vice-prefeito eleito Ary Moura (PDT). Nos próximos quatro anos. Ary Moura estará no Executivo, não terá a tribuna da Câmara de Vereadores para dizer tudo o que o pensa ou imagina a respeito de quem faz oposição.  Como vereador, o pedetista passou a legislatura com críticas duras e pessoais contra os vereadores de oposição. No governo, sua função será de governabilidade e sua relação direta será com o secretariado, ou seja, teoricamente não terá oposição, ou será que terá???

Notícia anterior
Próxima notícia

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Escute a rádio ao vivo